27 de ago de 2015

Procrastinação, Ansiedade, Frustração e quase Depressão

Olá queridonas!!

Hoje nossa prosa será algo do tipo desabafo/testemunho, porque sei que muitas de vocês passam por isso.

Bem, não é novidade para quem me segue aqui e nas redes sociais que eu vivo numa correria sem fim, mas vejam, não é uma correria como da maioria de vocês com várias coisas pra fazer como casa, filhos, marido e a profissão, porém é a correria de querer fazer tudo ao mesmo tempo pra ontem ou agora; com isso acabei praticando muito a procrastinação.

iStock_000013629810XSmall

Pra quem não sabe procrastinação é um desvio comportamental muito comum, e bastante prejudicial.
Basicamente, procrastinar é deixar para depois o que deve ser feito "agora", o famoso "depois eu faço".
Segundo a definição do psicólogo Piers Steel, da Universidade de Calgary, no Canadá, autor de estudos sobre o assunto, o procrastinador quer cumprir a tarefa, mas por algum motivo não consegue.
Muitas vezes quem procrastina é tido como preguiçoso e até mesmo a gente pensa isso, o que é errado, pois o preguiçoso não quer fazer algo que precisa ser feito.

Sim comigo estava rolando muito isso, sempre deixando pra depois as coisas mais chatas de fazer e fazendo tantas outras, no final do dia quando eu via as chatas ainda estavam lá para serem feitas e isso me angustiava, me deixava ansiosa a beira de querer dar gritos, chutar o pau da barraca, desistir de tudo... gente foi o caos.

Tired BusinesswomanHá menos de 1 mês vocês não sabem, mas estive a beira de um esgotamento por conta disso.
Tive a ajuda da minha mãe, do namorado e de uma amiga que me aguentaram e foram muito pacientes comigo.

É chato isso tanto pra mim quanto para eles, porque por mais que queiram me ajudar não conseguem!
Até sugeriram de eu ter uma pessoa para me auxiliar na organização de tudo, mas eu além de acumular funções e bolar mil projetos para a casa, cantelier e loja eu ainda sou perfeccionista e não gosto de ninguém me ajudando porque parece que não será como se eu fizesse.

Eeeeenfim, juntou tudo, a procrastinação, porque eu fazia coisas que não diminuíam meus trabalhos mais sérios, no final do dia a ansiedade aparecia porque eu olhava a lista de tudo que deixei de fazer aí eu varava as madrugadas fazendo e com isso a insônia se estabeleceu..., a frustração no outro dia quando eu via que ainda tinham as coisas chatas a serem feitas e muito cansada por não ter dormido o suficiente, e com tudo isso por muito pouco não cheguei ao esgotamento ou a depressão.

Tired business woman looking at laptopConclusão, tive uma crise terrível de gastrite e depois de muitos choros e conversas longas com namorado tive que reconhecer e encarar meus limites, meu estilo de vida péssimo (ainda é rsrsrs) e profissionalmente dar prioridade as coisas que realmente preciso fazer, mesmo as chatas.

Pegar mais leve também foi primordial pra mim, hoje pego algo pra fazer e vou até o fim, sem deixar começados ou no "universo paralelo". rsrsrs
Porque antes eu ía até esgotar meu tempo, minha paciência e se não terminasse ficaria pela metade porque no outro dia eu não queria nem ver!

Estou aprendendo a respeitar meu tempo, meu limite, e principalmente a priorizar o que deve ser priorizado.

Woman-starting-own-businessPara amenizar um pouco o lance das To Do List (lista das coisas pra fazer) eu tenho uma lista das coisas que fiz durante o dia, no final do dia isso me deixa mais tranquila, porque anoto tuuuudo mesmo, até a louça do almoço que lavei, a ida a padoca, algo que fiz na casa pra minha mãe... enfim tudo, porque isso também faz parte e vejo que não fiz mais da minha lista do Cantelier porque fiz outras coisas necessárias, porque quando temos apenas a lista de trabalho e não fazemos a metade parece que fizemos corpo mole quando na verdade fizemos outras coisas tão ou mais importantes.

Gente de verdade é bom ter essas listas para também não perdermos o foco e no final do dia ficarmos mais satisfeitas.
Ajuda, vai por mim.

Aaaaah existe a procrastinação produtiva também, é aquela em que você troca a tarefa chata pela legal e quando finalizar a legal você pega a chata sem pular essa, quando se der conta tanto as chatas como as legais foram feitas.

Dicas Pessoais:
1ª) Gente, jamais abrace o mundo porque muitas vezes abraçamos o mundo, nos esgotamos e nos frustramos por não conseguirmos fazer tudo ao que nos propomos a fazer.

Respeite seu limite, imponha limites, aprenda a falar não e faça as outras dicas que já dei aqui no blog como a yoga,ter uma tarde ou um dia pra vocês (aromaterapia, ler um bom livro, assistir séries, filmes, passar mais tempo com os amados falando ou fazendo bobeiras para relaxar...) ou seja se desligarem, se você é o workaholic como eu, entendo ser difícil fazer isso corriqueiramente, mas devemos nos esforçar.
Ando me puxando a orelha pra praticar mais vezes minhas próprias dicas... kkkkkkkkk

2ª) Bebam muita água e se movimentem durante o dia!!
Já falei disso aqui, é muito importante.

3ª) Prepare uma boa playlist conforme o ritmo que você precisa ter durante o dia comigo ajuda muita nunca trabalho em silêncio, ou estou ouvindo músicas ou ouvindo séries/filmes/programas em outro idioma para não me dispersar tanto.

Bem, espero que meu "testemunho" tenha ajudado vocês a se auto-analisarem para não chegarem nem próximo ao que eu cheguei, porque creiam é muito, muito ruim!!

Será que estou ouvindo um "Ma, nas redes sociais você não demonstrou estar passando por isso!!"
Vocês não precisam passar por essa comigo queridonas, só estou contando agora porque já passou e sei que o que escrevi pode ajudar vocês a não passarem por isso.

Ficando por aqui.

Bjkitas mil!!
E grata, sempre grata por ter vocês aqui.

Marcela Moreira
Designer Gráfica, Encadernadora e Crafter

Postei ouvindo: Dire Straits - Brothers In Arms

Visitem nossa loja e confiram as novidades! 

aula-costura-japonesa

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...